Começamos em 1998,

e agora reencontraremos Geraldo de Sousa novamente. (2018)

Por que Geraldo perdeu seu emprego?

 Efeitos no emprego em tempos de globalização                                                                             (TVArte)

 

Life  l Geraldo- Offline

A Dura realidade da economia Globalizada                                                                       (LIFE-BBC-World)

 

Quem fica com o Lucro?

A Influencia da empresa privada nas relações de trabalho                                                        (TVArtve)

 

Life l A história até agora  

Pessoas comuns compartilham a riqueza no mundo globalizado?                     (LIFE – BBCWorld)

 

Geraldo em quem eu Posso Confiar?

Corrupção – a democracia cooptada                                                                                   ( France 5, TNT)

 A partir de 1998 já foram produzidos 5 documentários

 Um grupo de documentarista ao serviço de um trabalhador brasileiro.

 

Licenciado em 1998, Geraldo de Sousa perdeu o emprego na fábrica de automóveis Ford, em São Paulo, Brasil. Uma situação paradoxal quando a empresa acumulava massivos lucros.

 

Buscando entender por que ele perdeu o emprego, Geraldo investiga e mergulha no coração da globalização. Geraldo pregunta e um grupo de documentaristas vai ao encontro das respostas.

 

  Nesta investigação que durou mais de 10 anos, Geraldo conseguiu compreender que em tempos de globalização os mercados estão todos conectados, o fluxo de capital não tem fronteiras, mais o trabalho esta limitados a estas, ele compreendeu como funciona a corrupção e o impacto desta sobre o desenvolvimento de um país

 

Hoje Geraldo vive um pais diferente, a democracia é cooptada por agentes econômicos, enquanto empresários, lideres políticos e agentes públicos estão sendo presos ou investigados pelo maior escândalo de corrupção de todos os tempos.

 

A democracia brasileira está em xeque  e enfrenta o desafio de uma nova eleição em 2018.

 

Geraldo agora pensa no futuro do seus filhos e do Brasil

 

Um projeto sem precedentes que em 2018 completa 20 anos.

 

Geraldo's Saga:

 A história Hoje: 2020

   20 anos na vida de um trabalhador metalúrgico       

  • Família

  • Corrupção

  • Desenvolvimento

  • Democracia

  • Direitos trabalhistas

LANÇAMENTO 2020  Documentário longa metragem de 80 min. E 58 min. versão para TV

Geraldo sonha com uma casa no campo na sua cidade natal em Minas Gerais, mas, depois da prosperidade econômica no ápice do mundo globalizado na década do 2000,  o mundo é diferente; a administração publica se encontra cooptada por agentes econômicos, políticos, empresários e agentes públicos submersos em denuncias de corrupção em diversos cantos do planeta.

 

No Brasil a maior investigação de corrupção chamada “Lava Jato” tem empresários, políticos e agentes públicos  na cadeia ou baixo investigação, com o sistema democrático em jaque se vislumbram governos populistas e liberais  que ameaçam direitos trabalhistas já conquistados.

 

Inácio Lula da Silva hoje  é ex-presidente, Dilma Rouseef que foi a continuidade do governo do partido dos trabalhadores sofreu impeachment e um governo impopular impulsa reformas na previdência e reformas trabalhistas que coloca em perigo os direitos já conquistados por trabalhadores como Geraldo de Souza.

Neste filme  percorremos os últimos 20 anos da história sociopolítica do Brasil através da vida de um trabalhador metalúrgico.Geraldo de Sousa.

 

Geraldo está preocupado por seus filhos que hoje são trabalhadores, ele quer saber quais são os caminhos para assegurar os direitos já conquistados pelos trabalhadores brasileiros e,

 

Geraldo quer saber o que fazer para poder preservar a democracia e limpar da corrupção o processo democrático Brasileiro que enfrenta em 2018 uma nova eleição presidencial.

 O Passado mês de maio numa conversa com o Jornalista Patrice Barrat, idealizador do projeto Madmundo ficou claro da necessidade de produzir um novo trabalho com a história de Geraldo de Sousa, são 20 anos de grandes mudanças para a democracia e os trabalhadores ao redor do mundo

 

 

"Sim, sería super interessante fazer uma nova versão da história de Geraldo;

Especialmente como as coisas estão no mundo agora. Ninguém acredita em ninguém e políticos tradicionais foram capturados pelo poder do capital de grandes corporações, novas iniciativas são realmente necessárias, novas formas de organização que proponham e e analisem um novo conceito  e design de "desenvolvimento".

 

Construímos uma sociedade longe das necessidades essenciais, como solidariedade e vida coletiva, mas cada dia mais e mais pessoas buscam retornar as coisas essenciais.

 

 Eu sou um otimista, eu acho que cada vez que as pessoas estão percebendo que eles não precisam mais uma casa com 5 quartos para viver sozinho ... um carro caro para viajar para ver um pôr do sol ... ou traje espetacular para encontrar bons amigos e ter uma boa conversa. Geraldo a história retrata exatamente o que aconteceu no mundo durante estes 20 anos.

 

 Primeiro Geraldo e a primeira crise dos mercados globalizados que afetaram a vida de um cidadão simples, depois, o início da expansão das empresas multinacionais e a influência no setor público e, finalmente, a cooptação do poder público. É exatamente o que aconteceu no Brasil. (E no Mundo). Nós como sociedade fomos realmente longe e precisamos voltar para o essencial, vivendo simples, experimentando  importantes e profundos princípios. Best regards”

Daniel A. Rubio/ Documentarista.

Um novo episódio

Geraldo:  A história Hoje: 2020

   20 anos na vida de um trabalhadormetalúrgico 

.

 Em 2017, Geraldo já esta aposentado da fabrica da Ford onde trabalhou como torneiro mecânico  por mas de 20 anos, ele disfruta hoje dos benefícios trabalhistas conquistados por trabalhadores nos últimos 50 anos, Matheus e Eve seus filhos, que no primeiro documentário tinha 10 e 12 anos, hoje já são adultos. Geraldo sonha com uma casa no campo na sua cidade natal em Minas Gerais, mas, depois da prosperidade econômica no ápice do mundo globalizado na década do 2000, hoje o mundo é diferente; a administração publica se encontra cooptada por agentes econômicos, políticos, empresários e agentes públicos submersos em denuncias de corrupção em diversos cantos do planeta.

 

No Brasil a maior investigação de corrupção chamada “Lava Jato” tem empresários, políticos e agentes públicos  na cadeia ou baixo investigação. Com o sistema democrático em jaque se vislumbram governos populistas e liberais  que ameaçam direitos trabalhistas já conquistados.

 

Neste filme  percorremos os últimos 20 anos da história sociopolítica do Brasil através da vida de um trabalhador metalúrgico.

 

 Inácio Lula da Silva hoje  e ex-presidente, Dilma Rouseef que foi a continuidade do governo do partido dos trabalhadores sofreu impeachment e um governo impopular impulsa reformas na previdência e reformas trabalhistas, isto coloca em perigo os direitos já conquistados por trabalhadores como Geraldo de Souza.

 

Geraldo está preocupado por seus filhos que hoje são trabalhadores, ele quer saber quais são os caminhos para assegurar os direitos dos trabalhadores brasileiros e, que fazer para poder preservar a democracia e limpar da corrupção o processo democrático Brasileiro que enfrenta em 2018 uma nova eleição presidencial.

Nesta série que começou em 1998, um grupo de documentaristas ajudou a Geraldo entender os os desafios da globalização, como os mercados agora se conectavam, ele perdia seu emprego por causa de uma crise no outro lado do planeta, ele viu como as montadoras Globalizadas acumulavam massivos lucros, e por outro lado pagavam menores salários numa fabrica no México ou Brasil afetando trabalhadores em Estados Unidos. Como agentes econômicos cooptavam  com propinas agentes públicos e políticos.

 

Nesta série de documentários foram usados recursos tecnológicos a favor dos trabalhadores, personalidades e gente comum de vários lugares do planeta conversaram com Geraldo, pessoalmente ou via vídeo conferencia, tentando explicar para ele o mundo globalizado:

 

Trabalhadores da Ford  em Estados Unidos, Franceses da Peugeot, Armínio Fraga, Eduardo Suplicy, Joseph Stiglitz , Luiz Inácio Lula da Silva, Luís Maninho, Marcos Mendonça, diretores de Transparência Internacional, executivos do FMI e e Banco Mundial, Banqueiros e ativistas africanos que lutam contra a corrupção, conversaram com Geraldo.

 

A Vida continua e  Geraldo hoje tem novos desafios

E novamente um grupo de documentaristas esta pronto para contar para ele o que esta acontecendo.

 

 

Em 2017, Geraldo já esta aposentado da fabrica da Ford onde trabalhou como torneiro mecânico  por mas de 20 anos, ele disfruta hoje dos benefícios trabalhistas conquistados por trabalhadores nos últimos 50 anos, Matheus e Eve seus filhos, que no primeiro documentário tinha 10 e 12 anos, hoje já são adultos.

 

Geraldo: 

  Documentaristas vão atrás de respostas 

Geraldo:  A história Hoje: 2020

   20 anos na vida de um trabalhador metalúrgico       

Nesta série que começou em 1998, um grupo de documentaristas ajudou a Geraldo entender os os desafios da globalização, como os mercados agora se conectavam, ele perdia seu emprego por causa de uma crise no outro lado do planeta, ele viu como as montadoras Globalizadas acumulavam massivos lucros, e por outro lado pagavam menores salários numa fabrica no México ou Brasil afetando trabalhadores em Estados Unidos. Como agentes econômicos cooptavam  com propinas agentes públicos e políticos.

 

Nesta série de documentários foram usados recursos tecnológicos a favor dos trabalhadores, personalidades e gente comum de vários lugares do planeta conversaram com Geraldo, pessoalmente ou via vídeo conferencia, tentando explicar para ele o mundo globalizado:

 

Trabalhadores da Ford  em Estados Unidos, Franceses da Peugeot, Armínio Fraga, Eduardo Suplicy, Joseph Stiglitz , Luiz Inácio Lula da Silva, Luís Maninho, Marcos Mendonça, diretores de Transparência Internacional, executivos do FMI e e Banco Mundial, Banqueiros e ativistas africanos que lutam contra a corrupção, conversaram com Geraldo.

 

A Vida continua e  Geraldo hoje tem novos desafios

E novamente um grupo de documentaristas esta pronto para contar para ele o que esta acontecendo.

 

 

Em 2017, Geraldo já esta aposentado da fabrica da Ford onde trabalhou como torneiro mecânico  por mas de 20 anos, ele disfruta hoje dos benefícios trabalhistas conquistados por trabalhadores nos últimos 50 anos, Matheus e Eve seus filhos, que no primeiro documentário tinha 10 e 12 anos, hoje já são adultos.

 

Porque um novo Geraldo em 2018?

In this final episode:

Geraldo´s Saga interactions.

 

In this episode Geraldo will meet (online or real encounters):

 

 

 

Geraldo Meet  Luiz Inacio Lula da Silva nowadays(2018) – Lula  explain to Geraldo his personal reality about corruption and Democracy.

 

Geraldo meet Dilma Rouseff. How tell the story about the impeachment process and the pressure from companies and barriers to governance.

 

Geraldo meet Eduardo Martinez Cardozo: ( Geraldo met in 2006) Cardozo was Minister of Justice and Dilma’s defender in the Impeachment process in 2016.

 

USA – Lobbies in the Congress  Medicines laboratories, Health system, Obama Care. Trump governance out of the traditional parties.

 

Julian Assange   - In 2008 -  Wikileak reveal  corruption in BNDS givins loans to companies that finance political campaigns Lula, Odebrech, BNDS (state bank)

 

Panama Papers -  Reveals Bank accounts in Fiscal paradises -   Geraldo visit  RedeTV and talk with Panama Papers team of journalist about fiscal paradises and powerful people involved in corruption and money laundry (Rede TV – Brasilians partners of Panama Papers)

 

Geraldo will meet and interact with several anthropologist and social experts world well known:

 

The new challenges for the human race.

Technology, artificial intelligence V/S the future of the work force.

Traditional ideologies in check and a common sense for the future.

Human been above anything, the real search for happiness and solidarity.